Península de Tróia

Quem disse que Tróia era só para os ricos!? Vem conhecer uma Tróia Low Cost 🙂

 

Aquilo que eu vi e vivenciei,

Águas agradáveis e refrescantes. Areia leve e fofa. Uma península dourada, paradisíaca, luxuosa. Um luxo que é nosso, português! Um luxo de dunas arenosas, águas translúcidas, um céu claro e sobretudo um sossego.
Deitada na areia quente e deslumbrada com a envolvente aprecio de longe a serra azul e verde, a Serra da Arrábida.

 

 

 

 

ONDE FICA

   A Península de Tróia fica na freguesia de Carvalhal, concelho de Grândola e distrito de Setúbal em Portugal.

 

  Visita-a de preferência quando o vento seja praticamente nulo. Esta península é essencialmente formada de areia e dunas, pelo que o vento atrapalhará a visita.

 

COMO CHEGAR

  Podemos chegar a Tróia por terra ou por mar! A diferença reflecte-se no preço. Por terra só existe uma forma de percorrer do sul ao norte da Península, a estrada nacional N253-1 (podemos chegar até esta nacional pela N253 ou pela N261). Via mar, podemos apanhar um Catamaran em Setúbal e atravessar o Sado, ou levar o carro e fazer a travessia de ferry.

  Quem vem do Sul, obviamente compensa continuar a viagem de carro. Quem vem do norte, pode querer passar pela experiência de cruzar  o rio Sado. E para quem já está alojado ou vive na Estremadura é uma questão de fazer contas!

  A viagem de Ferry tem um custo de 15.20€ (carro + condutor), a cada passageiro acresce 3.55€ (exceto crianças até aos 10 anos que apenas pagam 2.40€). Feitas contas, um casal pagará 18.75€ pela viagem para levar o seu ligeiro de passageiros. O Ferry saí no porto Sul, pelo que vão mesmo de precisar  do carro! O tempo médio da viagem é de 25 minutos.

  Já a viagem de Catamaran tem um custo de 6.75€/pessoa (exceto crianças até aos 10 anos que apenas pagam 4.60€). A este custo tem de acrescentar o cartão Viva Viagem 0.50€ por pessoa. O mesmo casal pagaria 14.50€ e sairia no cais norte, precisamente onde estão concentradas a maioria das atracções! O tempo médio da viagem é de apenas 15 minutos.

  A viagem de carro, partindo de Setúbal para sermos justos, teria um custo aproximado de 15€ incluindo 4.45€ de portagens! Esta viagem é um pouco mais longa, demorando cerca de 1h25 cumprindo os limites de velocidade.

*(custos calculados apenas para a viagem de ida)

  Portanto é uma questão de cada um ver o melhor para si. Para passar apenas um dia em Tróia compensa para quem está em Setúbal fazer a travessia de Catamaran. Mas para quem vai passar uma semana é importante levar o carro para visitar a Península de Norte a Sul!!!

  Dica: Não escolham com base no tempo, pois as filas nos meses de verão são enormes e acabam por perder uma hora à vontade até terem lugar no ferry.

  Eu fui apenas um dia! Mas como nunca tinha andado de ferry, fiz a travessia para lá de barco e voltei para cá de carro para me manter dentro do orçamento da viagem !!

 

 

 

ONDE DORMIR

  É aqui que entrar a dificuldade em cumprir o orçamento, daí o boato de Tróia ser para ricos, uma vez que dificilmente encontrarás quarto a menos de 150€/noite em época balnear. Podemos sempre ficar nos arredores como Setúbal, Alcácer do Sal ou Grândola mas a minha sugestão é acampar!!

  A praia do campismo é ideal para quem procura uma solução mais económica tendo em conta que por lá não existem hósteis nem guest houses. Ao que parece já lá existiu um parque de campismo, daí o nome da praia! Não te enganes, se estás com medo de acampar sozinho por aqui, a verdade é não estarás sozinho, vi bastantes tendas no mês de Agosto/2016 na zona do cais sul.

  Em Portugal não é permitido fazer campismo selvagem (uma desilusão para mim), mas é permitido acampar onde existe autorização do proprietário do terreno. Algures nessa zona já houve em tempos um parque de campismo, e diz-se que o proprietário permite que se instalem por lá. Boato ou não, as tendas não eram poucas e nem sequer estavam escondidas.

  Também já li por aí que é permitido acampar em lugares públicos desde que nunca mais de 48H!? Eu não encontrei nada sobre esta matéria, mas se alguém souber que deixe comentário pf 🙂

  ADORAVA passar umas noites no Pestana Tróia Eco-Resort & Residences !!! Mas só uma pessoa ou um casal saí caro. Combinando com um grupo de amigos, e fugindo da época balnear consegue-se um valor menos assustador! Eu pesquisei fazer a viagem num final de semana de Outubro 2 noite para 4 pessoas fica por 340€ o que significa que cada um pagaria 42.50€ por noite! AH, e não fazem reservas para apenas uma noite. Se o grupo for de 6, o valor desce para os 32€. Por isso, se estiverem em grupo vale a pena abrir a carteira pois claramente é uma experiência única! E se por acaso os meus amigos e familiares estiverem a ler isto, e quiserem organizar uma ida, PF LEVEM-ME CONVOSCO! 😀

 

O QUE VISITAR

  Tróia pode ser pequena, mas existem alguns pontos interessantes a visitar. Obviamente que a maior parte do tempo vamos aproveitar o sol e as águas do Sado, mas também podemos ver golfinhos, conhecer a história por trás de Tróia ou até jogar umas partidas no casino!

 

Praias de Tróia

  Se procuras uma praia mais sossegada, procura no sul da península. Já sabem que do lado oeste temos mar e do lado este temos rio.

  Se procuras um lado mais agitado, o norte é a tua cara! Bares e cafés na areia, atividades e crianças a correr e aos gritos é por aqui.

  Normalmente prefiro o sossego ao lado barulhento. Mas é verão, e o que é uma praia sem a alegria e o barulho das crianças!? Conhecer gente nova e fazer amigos, ir ao café e deliciar-se com um gelado… hmn!? Vale a pena visitar este lado, a euforia de Tróia.

 

 

 

 

 

Marina de Tróia

  Visitar a marina, e passear por entre os iates. Sabemos que nenhum é nosso, mas os outros não sabem! Eheh
Contemplar também um bocadinho das maravilhosas construções da mão do homem, aqueles hóteis são mesmo bonitos, e apesar de não se enquadrarem de todo na natureza ficam muito melhor do que muitos que temos em plena cidade.

 

 

 

 

  Existe um passadiço, aqui na zona da marina, que nos leva a passear por entre a reserva natural de dunas de Tróia.

 

Ruínas Romanas

  Cetobriga é uma vila anunciada romana, mas na verdade ainda está a ser analisada. Alguns especialistas dizem ser originalmente um povo celta posteriormente romanizado. Contudo vários especialistas acreditam que as ruínas sejam mesmo romanas.

  Não cheguei a fazer esta visita, pois só lá passei um dia quente de verão, mas se já lá foste conta-me como foi!?  Ao que li, não tem aqueles lindos e artísticos mosaicos como em Conímbriga que perdi horas a apreciar e a fotografar!

 

Porto Palafítico 

  Ok, ok! Acredito que para muitos de vocês este porto não tem o mínimo interesse, mas certamente para quem gosta da arte de pescar tem algum significado. Eu, quis ir até lá fotografar pois faz-me lembrar os pequenos portos dos países asiáticos que eu tanto quero visitar!

 

O QUE MAIS GOSTEI

  Penso que é muito fácil apaixonar-se por Tróia. Um lugar com duas almas. Um lado mais moderno e agitado e outro completamente oposto, praticamente deserto e inalterado.

  Mas, na verdade o que mais gostei foi de fazer esta viagem em família, e de ver a felicidade e as brincadeiras do meus pais que não tiravam um dia para eles à anos. E eu convenci-os a fazer esta viagem, por isso a minha satisfação foi a felicidade deles!

 

 

 

 

 

ATREVAM-SE A FAZER A TRAVESSIA DO SADO!

2 Comentários sobre “Península de Tróia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.