Os Segredos da Lagoa

Mar azul turquesa, areia limpa, falésias, grutas marítimas e muito sol – é a descrição perfeita desta cidade.     

 

Aquilo que vi e vivenciei,

É fácil gostar da Lagoa, muito fácil gostar do Algar Seco e ainda mais fácil gostar do Algar de Benagil. 

Fiquei absolutamente encantada, com os arcos de entrada para uma gruta com uma praia secreta lá dentro. O orifício no topo permite a entrada de raios solares que me tocam no rosto e me encaminham o olhar até um espectáculo de cores. A luz do sol mergulha na água do mar e reflete cores mágicas por toda a caverna. 

A rocha à minha volta tem várias cores, escura no fundo, esverdeada a seguir e vai ficando mais clara até ao topo que parece quase que dourado. Cores formadas pela insistência do mar em beijar esta gruta. 

O tempo passa à velocidade da luz! Existe tanto para apreciar nesta gruta, tanto para compreender e agradecer à mãe natureza, mas o tempo não perdoa.

Um outro lugar, provocou em mim a verdadeira emoção de explorar e receber a recompensa final de uma paisagem absurdamente incrível. Um género de poço na rocha, que na maré cheia forma uma piscina irresistível. Na maré baixa, temos acesso ao fundo da gruta onde descobrimos um túnel com uma passagem até duas belas janelas com paisagem para o mar do mediterrâneo, não tenho palavras.

Não existe a hipótese da LAGOA te desiludir. 

 

  Gosto muito do Algarve, e a Lagoa está definitivamente no meu TOP 3 melhores cidades Algarvias.

 

  Porquê? Toda a cidade é muito bem tratada, as praias são limpas, os acessos estão bem estruturados, as falésias estão protegidas com “muros de limite” de aproximação, encontrei algumas zonas destinadas ao convívio como parques para piquenique, passadiços para caminhadas, trilhos até fantásticos miradouros em plena falésia. Parece-me uma cidade interessada em manter a sua beleza e consequentemente o Turismo. Nesta cidade estão mapeadas algumas das mais belas grutas marítimas de Portugal (Algar de Benagil, Gruta do Paraíso, Gruta do Coração, Algar Seco, e outras).

O que a Lagoa tem de Diferente!?

O que não me canso no Algarve, é de explorar gruta atrás de gruta, visitar praias secretas acessíveis por túneis, apenas de barco, ou que apenas se consegue visitar na maré baixa. Adoro a cor do mar, azul fundido de verde. Gosto de escalar de rocha em rocha e deslumbrar-me com cada enseada que a paisagem me proporciona. Os segredos por de trás das falésias. Arriscar horas de caminhadas em falésias para ter as melhores vistas sobre o oceano.

A Lagoa tem de diferente o seu glamour. É uma cidade arrojada. Temos os passadiços dos 7 vales que ligam falésias, num passeio muito revelador, muito calmo e cheio de surpresas. Uma forma mais segura de passear pelas falésias. Temos escadarias até à praia com o luxo de serem largas e em condições. Até as entradas de algumas grutas que nos levam a outros lados da praia tem suas “portas” enfeitadas com conchas ou pedras. Temos miradouros, zonas de piquenique. Temos informação, indicações e mapas. É uma cidade bem cuidada.

 

Praia da Marinha

  Já foi nomeada várias vezes para a praia mais bonita do mundo. Para mim é uma praia com vários pontos de interesse. Como eu adoro praias fora do comum, esta à primeira vista parece uma praia simples e não despertou o meu total interesse, mas obviamente eu precisava conferir o porquê das suas constantes nomeações para melhor praia do mundo, e acabei por descobrir mais uns tesourinhos portugueses 🙂

  Primeiro, é um excelente exemplo de praia bem cuidada, é vigiada, tem café de praia, a escadaria de acesso é larga e segura. Depois assim que coloquei o pé na areia vi que a os seus grãos de areia são mais grossos, ah como eu amo esta areia! O mar, já sabemos que é mais meigo e quente que na costa oeste.

 

Praia da Marinha, Lagoa, Portugal

 

  Só com estes aspectos já se reunia condições para um excelente dia bem passado em família, mas ainda se juntam umas surpresas. Assim que termina a escadaria de acesso à praia temos do lado direito um café e do lado esquerdo uma pequena casinha em pedra, construída com pedras recolhidas da praia,

 

Praia da Marinha, Lagoa, Portugal

 

  Esta casinha é na verdade o acesso a um túnel que atravessa a falésia até ao outro lado da praia. Este túnel é bastante escuro, eu precisei de ligar a lanterna do telemóvel porque já nem via onde pousava os pés. A recompensa é merecida, uma praia quase só para nós, pois muitos não tem a coragem de atravessar este túnel, talvez porque não sabem que é um acesso secreto até outra praia!

 

Praia da Marinha, Lagoa, Portugal

 

Praia da Marinha, Lagoa, Portugal

 

  Foi sem dúvida uma descoberta interessante. MAS, interessante interessante é a zona da rocha de mesquita lá no fundo do outro lado da praia da marinha, há quem diga que já se passa a chamar praia da mesquita.  Uma zona muito bonita, onde na rocha parece existir dois arcos e muitos outros pormenores.

  Quando a maré está cheia, podemos alugar um caiaque ou uma prancha de stand up paddle e passar por entre os arcos e as grutas da mesquita, muito lindo. Na maré baixa, podemos andar por entre as rochas na areia, ou passear do barco do outro lado dos arcos.

 

 

 

  Gostei de verdade desta praia, de facto ainda não tinha chegado à praia e já começava a gostar. Primeiro porque o parque de estacionamento é grande, depois porque existe uma zona de piquenique e um miradouro.

 

Praia da Marinha, Lagoa, Portugal

 

Praia da Marinha, Lagoa, Portugal
Fotografia tirada do miradouro, final de tarde.

Praia dos Caneiros

  Esta é uma praia atrativa pelo seu glamour. Um café bem moderno de frente para a praia, com as suas camas de princesa viradas para a linha do horizonte. Existem ainda as espreguiçadeiras do costume prontinhas para ser alugadas. É uma praia bem grande, mas a zona de estacionamento já é mais limitada. O bom, é que os degraus até à areia são muito muito menos, e a praia é vigiada por socorristas.

Praia dos Caneiros, Lagoa, Portugal

 

Praia dos Caneiros, Lagoa, Portugal

 

Praia de Benagil

  Para quem gosta de fazer coleção de conchas e búzios, esta é a praia perfeita! Ao longo de toda a praia, encontramos conchas e búzios de todas as cores e feitios com maior intensidade perto das falésias ou junto ao mar. Mais uma vez cor do mar é azul esverdeado (se estiver mau tempo, a cor do mar fica mais escura), e a temperatura é muito agradável.

Praia de Benagil, Lagoa, Portugal

 

Praia de Benagil, Lagoa, Portugal

 

  Esta praia é o melhor ponto de partida para visitar o Algar de Benagil, e as restantes grutas marítimas. Aqui vendem-se viagens de barco ou alugam-se canoas, no entanto para quem quer arriscar ir a nado, é a praia mais perto da caverna mais bonita de Portugal.

 

Praia de Benagil, Lagoa, Portugal

 

  Do lado direito da praia, existe um corredor cavado na falésia que vale a pena percorrer, com bastante cuidado obviamente. Quem olha, pensa que é apenas um corredor perigoso para chegar a um miradouro, e claro que é isso mas não só. Depois de subir, percebemos que ainda existem rochas para o outro lado, onde se juntam casais para namorar enquanto apreciam a paisagem. Alguns jovens com a adrenalina no corpo, sobem até estas rochas apenas para saltar de todas as formas atléticas para o mar, uns corajosos 5 ou 6 metros.

 

Praia de Benagil, Lagoa, Portugal

 

Praia de Benagil, Lagoa, Portugal

 

  A praia é bem pequenininha, nós chegamos bem cedo para sermos os primeiros a chegar à gruta mais famosa de Benagil (a praia estava vazia), fizemos a visita ás grutas e quando chegamos a praia estava completamente cheia!!!

 

Praia de Benagil, Lagoa, Portugal

 

Praia de Benagil, Carvoeiro, Lagoa - Portugal

 

  Na próxima sexta-feira (às 9 no Blog), vou falar-vos do Algar de Benagil, tudo, tudo, TUDO, e na sexta-feira seguinte vou mostrar-vos a visita às grutas maritimas, ok!? 🙂

 

Praia de Benagil, Lagoa, Portugal

 

 

Praia do Paraíso

  Quando soube de uma praia chamada paraíso no Algarve, o que eu idealizei na minha mente foi: uma praia, rodeada de falésias, mar azul turquesa, areia branca duas palmeiras e uma rede, POIS… não é bem assim. Esta praia na verdade não é um paraíso para banhistas, mas sim para mergulhadores! É boa em fauna marítima e peixinhos. Para passar o dia ao sol, e refrescares-te no mar o melhor é optares por outra praia. A praia em si é pequena, e entre o mar e a areia existem bastantes rochas e super escorregadias por causa do verdete.

Praia do Paraíso, Lagoa, Portugal

 

Praia do Paraíso, Lagoa, Portugal

 

Praia do Paraíso, Lagoa, Portugal

 

Praia do Carvalho

  Quando fizemos a visita às grutas do carvoeiro, passamos por esta praia de barco, e pareceu-me muito interessante. O nosso guia, “estacionou” o barco de frente para a praia para que a pudéssemos apreciar um bocado enquanto nos contava a história da praia. Anteriormente a praia pertencia ao Capitão da Marinha Portuguesa General Carvalho, era portanto uma praia privada e super secreta. O seu acesso faz-se por um grande túnel na falésia.

  Como estávamos em viagem às grutas não podemos parar para ir ver o túnel natural.

Praia do Carvalho, Lagoa - Portugal

 

  Mais tarde, surgiu oportunidade de voltar-mos a esta praia, desta vez por terra 😀

  O Carro tem de ser deixado a alguma distância, e depois é só descer a falésia por uma descida em terra batida até encontrar-mos o túnel cavado na rocha.

 

  Achei uma coisa de outro mundo, a própria escadaria é cavada na rocha. E quando estamos a chegar mais próximo da areia vemos que existe  uma pequena varanda para admirar a paisagem, super cute! Como não estávamos em época alta, encontra-mos a praia quase que por nossa conta e pudemos usufruir da varanda, porque eu acredito que em pleno Agosto exista fila para visitar a varanda e conseguirem obter as famosas selfies perfeitas!

 

 

 

  No outro lado da praia, encontramos novamente um corredor na rocha. Mas este corredor leva-nos a uma país diferente! Não acreditas!? Este corredor aparentemente ao ar livre, leva-nos até dentro da Falésia, onde depois podemos espreitar por janelas e varandas viradas a mar. Faz ou não faz lembrar os templos e monumentos magníficos da Jordânia cavados em plenas montanhas!?

 

 

 

 

Jordânia (Foto retirada de postais, infelizmente ainda não visitei este magnifico país)

  Desta radical construção, também jovens corajosos decidem criar o seu salto para o mar, um salto bem mais alto do que a praia anterior!!

  * Esta praia não é vigiada por socorristas.

 

Algar Seco

  Este Algar não estava no roteiro, passamos por uma indicação na estrada e decidimos passar por lá só porque sim. E não podia eu ter tomado melhor decisão. Completamente fora do comum. Para mim trata-se mais de um poço fenomenal “formado” por deformações da falésia.

  É difícil descrever algo que me deixou sem palavras. Esta construção por ordem da natureza, tem duas facetas. Quando a maré está alta, forma-se uma piscina, que quando visitada no ponto mais alto do sol (12H), é impossível resistir à sua beleza, refletem-se cores lindíssimas! A cor da água faz crescer a vontade de entrar nesta piscina. Por outro lado, quando a maré está baixa, este poço fica completamente seco, desce-se a escadaria até ao fundo e viaja-se pelo túnel até ás janelas por onde noutras horas entra o mar. E é um momento épico, apreciar aquela paisagem ao som do mar.

  Mas antes serão postos à prova pela enorme escadaria que nos leva ao Algar seco.

 

Praia de Vale Covo, Lagoa, Portugal

 

Algar Seco, Lagoa, Portugal
Maré Baixa
Algar Seco, Lagoa, Portugal
Maré Baixa
Algar Seco, Lagoa, Portugal
Maré enchente (período em que a maré aumenta)
Maré cheia
Maré cheia

  Depois de explorar o fundo do Algar, explorei as falésias que o envolvem, e encontrei um coração:

 

 

  e um miradouro:

 

Algar Seco, Lagoa, Portugal
Miradouro do Algar Seco

Praia do Vale Covo

  A maioria dos turistas não tem oportunidade de conhecer esta praia, primeiro porque não está nos roteiros e segundo porque o acesso é secreto (alguns locais desconhecem esta praia).

  Na verdade, quem estiver alojado no Hotel Tivoli tem acesso privilegiado, pois a piscina do hotel está por cima das falésias desta praia e é só descer a escadaria e voilá encontram o paraíso. Para nós já foi um pouco mais difícil. Nós viramos na rua do Pestana Palm Gardens (mesmo ao lado do Hotel Baia Cristal), não se assustem, não parece mas é uma rua pública (!)

  Caminhamos até ao final da rua, e seguimos um caminho em terra batida sobre a falésia que nos levou até ao miradouro da gruta, um buraco no topo da gruta da falésia por onde podemos espreitar e ouvir o mar.

 

  Temos de continuar a descer pelo caminho em terra batida, aqui certamente já tens vista para a piscina do Tivoli, continuas sempre a descer até veres a escadaria que nos leva até à praia.

  Esta praia na maré cheia fica praticamente coberta pelo mar, sem um único espacinho na areia. Na maré baixa sim já podemos descer até à areia!

  E adivinhem? pois é, mais uma caverna brutal! Enorme, mais escura mas fascinante!

 

 

 

Praia da Estaquinha

  A praia da estaquinha (muitas vezes confundida com a praia de albandeira), é a famosa praia do rochedo Arc de Triomphe!

  Não consegui captar a grandeza deste arco, era preciso estar lá em baixo alguém para que vissem quão pequeno somos ao pé deste arco.

  O acesso a esta praia faz-se através da praia de albandeira, quando a maré está baixa! Daí muita gente não diferenciar as duas.

  Portanto, já viajamos até à Jordânia, e agora passamos por França!!!!

 

 

Praia da Albandeira

  Esta praia é pequena em areal, no entanto é acompanhada de café (ótimo) e uma zona de piquenique. É através desta, que explorando por entre os rochedos chegamos até ao Arco do Triunfo!

 

Percurso dos Sete Vales Suspensos

  É um magnifico percurso sobre a falésia e vales suspensos, onde podemos apreciar a costa algarvia, o azul do oceano e o dourado das falésias, oferecendo-nos lindas paisagens do nosso Portugal.

  O trilho é essencialmente sobre as arribas. Passa por algumas das mais emblemáticas praias, algares e grutas do carvoeiro. O percurso está marcado desde a praia de vale centeanes até à praia da marinha!

  Como são aproximadamente 6km, aconselho a fazerem o trilho no final do dia, pois as temperaturas são mais baixas. Não esquecer da garrafinha de água para ir hidratando o corpinho.

Passadiços do Carvoeiro, Lagoa

 

Passadiços do Carvoeiro, Lagoa

 

Passadiços do Carvoeiro, Lagoa

  Podes saber mais sobre o percurso aqui.

 

Este artigo já está enorme, por isso encontramo-nos nas próximas sextas para os artigos “Algar de Benagil – Um Tesouro Algarvio” e “Visita às Grutas do Carvoeiro”.

 

 

BONS BANHOS!

3 Comentários sobre “Os Segredos da Lagoa

    1. Muito obrigado Dylan,
      Reparei que já leu alguns artigos sobre as praias alentejanas, que eu ADORO tanto!!
      Continua a visitar o blog e a deixar a tua opinião <3

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.